RIHANNA DECIDE FECHAR A FENTY, MARCA CRIADA HÁ MENOS DE DOIS ANOS



O mundo da moda foi surpreendido com a notícia de que o grupo LVMH e Rihanna decidiram fechar a marca Fenty, que foi criada em maio de 2019. As informações são do WWD e, por enquanto, os detalhes da decisão não foram divulgados. O que se imagina é que, quase dois anos após o lançamento, a marca não deslanchou, provavelmente pelos preços altos que não foram atrativos para a fan base da cantora e empresária.

Em vez disso, o grupo vai focar em fortalecer as suas linhas de maquiagem e produtos para a pele, respectivamente Fenty Beauty e Fenty Skin, que são um sucesso. Ele também pretende investir na marca de lingerie, Savage x Fenty, por meio da empresa L Catterton, da qual o LVMH possui uma porcentagem, a fim de iniciar a entrada dos produtos no varejo.

A marca parou de postar no Instagram no dia 1 de janeiro de 2021 e a sua última coleção foi lançada em novembro de 2020. Ela consistia em uma parceria com Amina Muaddi, uma das designers de sapatos preferidas de Rihanna. De acordo com o WWD, o e-commerce da marca será tirado do ar em algumas semanas.

A Fenty ficou disponível para o Brasil em julho de 2020, pelo e-commerce Farfetch, onde ainda é possível encontrar os produtos à venda. Os valores em reais vão de R$1203, por um par de brincos, a R$8484, por um vestido, por exemplo.


Quando anunciada, a Fenty gerou grande comoção por ter se tornando a primeira marca de moda lançada do zero dentro do grupo desde Christian Lacroix, em 1987 (o LVMH detém grifes como Dior, Givenchy e Louis Vuitton). E também por Rihanna virar a primeira mulher negra a ocupar o topo de uma maison de luxo.

Fonte : ELLE

Comentários