FUNDAÇÃO PALMARES NÃO VAI COMEMORAR MÊS DA CONSCIÊNCIA NEGRA




Secretário já criticou data e negou racismo no país

A Fundação Palmares abriu apenas um edital em 2020 e não terá atividades de comemoração ao Mês da Consciência Negra, em novembro.

O único edital no ano será um prêmio de R$ 690 mil para cem iniciativas da cultura afro-brasileira.

A fundação alega que o mês não passará completamente batido: a premiação do edital será em novembro.

As medidas não surpreendem: o secretário Sérgio Camargo já criticou o Dia da Consciência Negra e negou o racismo no Brasil.

Os dados foram obtidos por meio da Lei de Acesso à Informação por Marivaldo Pereira, militante do movimento negro que se candidatou ao Senado em 2018 pelo PSOL.

Fonte : por Eduardo Barretto para Época


Comentários