Serena Williams desiste de jogar Aberto da Austrália: 'Não quero só competir'



Campeã da última edição do Aberto da Austrália, a americana Serena Williams anunciou, na madrugada desta sexta-feira, que não defenderá o título em Melbourne. A expectativa, até então corroborada pela tenista em posts nas redes sociais, era de que a estrela voltasse às quadras apenas quatro meses após dar à luz Alexis Olympian Jr, sua primogênita.

"Posso competir, mas não quero só competir. Quero fazer muito mais que isso e, para fazê-lo, precisarei de mais tempo. Mesmo decepcionada, decidi não jogar o Aberto da Austrália", lê-se no comunicado da estrela.

No ano passado, Serena foi pentacampeã do torneio já grávida de dois meses. Durante a gestação, a americana salientou a vontade de treinar e voltar aos Grand Slam logo no primeiro campeonato disponível, na Austrália, em janeiro. Mas agora decidiu que ainda não está no nível necessário de jogo e confirmou a ausência no campeonato.

Serena participou de um torneio amistoso em Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, depois de quase um ano fora das quadras. Na ocasião, ela perdeu para Jelena Ostapenko, da Letônia.

"Depois de competir em Abu Dabi, me dei conta de que, mesmo que eu esteja muito perto, ainda não me encontro no ponto em que gostaria de estar. Meu treinador e minha equipe sempre me disseram: só vá aos torneios quando estiver preparada para ir até a final", ressaltou a esportista em comunicado.

A decisão de Serena adia a possibilidade de a americana igualar o recorde de Margaret Court, vencedora de 24 Grand Slams.

Comentários