A atriz Samara Felippo diz: “O branco tem de calar a boca”.

Resultado de imagem para imagens da atriz samara felippo


Leia o que foi publicado pela Veja:


Enquanto grava as cenas para a próxima novela da Record, Apocalipse, que estreia em novembro e traz Sérgio Marone como anticristo, Samara Felippo se dedica ao canal que acaba de lançar no YouTube sobre empoderamento infantil negro. Explica-se: mãe de Alícia, de 8 anos, e Lara, 4, nascidas do casamento com o jogador de basquete Leandrinho, que é negro, a atriz se viu às voltas com o preconceito racial quando a primogênita cismou em alisar as madeixas. “Que mundo é esse? Já recebi um vídeo em que uma mãe esticava os cabelos da filha de 2 anos e a menina chorava de dor. Quero preservar a autoestima das minhas filhas e de outras crianças. A negritude é linda”, afirma Samara. “O branco tem de calar a boca e ouvir. Na minha casa, não entram mais Barbies loiras nem expressões como ‘mulata’ e ‘minha nega’.”

Fonte : Jornallivre

Opinião da Preta : Deixe sua opinião.

Comentários

  1. Achei meio preconceituoso o comentário dela. Se a expressão fosse ao contrário, "o negro tem que calar a boca", seria super polêmico. Entendo que o racismo que abomino ainda seja forte. Mas acho que a luta deve ser por igualdade e respeito mútuo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando ela diz que o negro deve calar a boca, é sobre assuntos que diz respeito aos negros.

      Excluir
    2. Sabe o que é engraçado nessa frase: O BRANCO TEM QUE CALAR A BOCA!? É que NINGUÉM VÊ ou LÊ, o final da frase: E OUVIR! A atriz está dizendo que o branco tem que calar a boca e *OUVIR* MAIS! O dia que a humanidade OUVIR MAIS, E SE COLOCAR MAIS NO LUGAR DO OUTRO, vai entender o que é DISCRIMINAÇÃO COMO UM TODO, NÃO SÓ DE BRANCO COM NEGRO, E VICE E VERSA!

      Excluir
  2. Ela como mãe está fazendo o que pode e o que sabe para dar todo o apoio e força as suas filhas, pois certamente para chegar ao ponto da filha querer alisar o cabelo, houve alguma situação por trás. Eu quando criança passei por muitas situações desagradáveis por conta da minha aparência, com direito a ter objetos de metal friccionados em minha cabeça, de em aulas de ciências em que se usava Bombril dizerem que era meu cabelo...e essas são as mais leves.
    Se ela como mãe se calar e não começar a mudança pela casa dela, quem vai?

    ResponderExcluir
  3. Não tenho muito o que dizer. Casei com um branco amigos negros me criticam demais. Gosto do meu cabelo liso, até os meus 37anos foi cacheado, depois resolvi alisar sempre só sinto os olhares de reprova dos meus irmãos negros mais o que posso fazer nada. Toco minha vida e luto demais para que meus filhos não tenham nenhum tipo de preconceito. Para que eles saibam como o preconceito é letal na vida de qualquer pessoa. Certamente se minha filha pedisse para alisar eu alizaria depois quando ela puder se defender sozinha ela fará o que quiser.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Como sempre a mídia só publica o que eles querem! Lendo a reportagem toda, na íntegra a atriz diz: O BRANCO TEM QUE CALAR A BOCA E *OUVIR*! Mas como sempre a mídia "esqueceu" de colocar o OUVIR no final da frase. Claro colocar pra quê, não venderia revista se eles colocassem o que realmente a atriz está querendo fizer, né. E o que ela quer dizer!? Calem a boca e ouçam, já NÃO EXISTE mais lugar para preconceitooo, está mais do que na hora, de VCS MUDAREM O JEITO DE PENSAR E AGIR! Existem pessoas morrendo, sofrendo, por conta de um preconceito idiota, num país, e num mundo como o nosso: CHEIO DE CORES! O Brasil é COLORIDO, será que alguém já percebeu que ele NÃO É branco e Preto?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comente , dê sua opinião!
Beijo das Pretas