Para idosos, beber ajuda a afastar demência

Boa notícia para os idosos: segundo um novo estudo, pessoas com 75 anos ou mais que tomam cerca de um copo de vinho por dia se mantém mais sãs.


Idosos alemães com 75 anos ou mais, sem nenhuma demência, participaram do estudo. Eles foram analisados por 18 meses e 3 anos depois. As associações entre consumo de álcool, tipo de álcool – vinho, cerveja, bebidas alcoólicas mistas – e ocorrência de demência foram examinadas.    

Dos 3.202 participantes, 217 desenvolveu algum tipo de demência. Porém, as pessoas que beberam álcool tinham 30% menos probabilidade de desenvolver demência e 40% menos probabilidade de sofrer de Alzheimer do que as abstêmias. Não foram observadas diferenças significativas de acordo com o tipo de bebida alcoólica consumida. 

Os pesquisadores alertam que estão falando de consumo leve ou moderado de álcool. Não há dúvida de que o abuso de álcool a longo prazo é prejudicial para a função da memória e pode causar doenças neurodegenerativas.

As conclusões sugerem que o consumo leve a moderado de álcool está inversamente relacionado à incidência de demência entre os indivíduos com 75 anos ou mais. 

Nos últimos 31 anos, a associação entre consumo moderado de álcool e função cognitiva foi investigada em 71 estudos, envolvendo 153.856 homens e mulheres de várias populações com diferentes padrões de consumo.
A maioria dos estudos mostrou uma associação entre o consumo leve a moderado de álcool, melhor função cognitiva e redução do risco de demência, incluindo demência vascular e mal de Alzheimer.
Fonte : science
Opinião da Preta : Idade não é um aviso de fragilidade, embora não se deva começar a beber só porque atingiu a terceira idade, porém,também não é preciso parar.

Comentários