Antigo conselho pode não ser tão bom quanto você pensa.

Nada cura um coração partido como um novo amor. O conceito é antigo, repetido à exaustão, pode, a princípio, soar real, mas exige uma análise bastante cuidadosa.


 Não há dúvidas de que a experiência de um romance ajuda a apagar cicatrizes e mágoas do passado, mas não deve ser encarada como uma mágica solução contra a tristeza.

Emendar um namoro com outro é uma péssima ideia

A necessidade de sempre ter alguém ao lado para, supostamente, ser feliz, é bastante perigosa e denuncia fraqueza de autoestima muito grande. Significa que a pessoa não tolera ou se sente desconfortável com a própria companhia, como se ela sozinha não se bastasse e precisasse do olhar alheio para se validar como ser humano.

A baixa ou completa falta de autoestima limita as próprias experiências pessoais e ainda atrapalha relacionamentos futuros, já que o indivíduo pode, ao não se sentir seguro ou bom o suficiente, aceite permanecer em uma relação insatisfatória ou mesmo abusiva.

Ignorar as qualidades pessoais ainda pode afetar todos os setores da vida, afinal, uma pessoa que não gosta de si mesma dificilmente estará plenamente feliz e satisfeita no amor, no trabalho, nas relações familiares e entre amigos.

Ignorar as qualidades pessoais ainda pode afetar todos os setores da vida, afinal, uma pessoa que não gosta de si mesma dificilmente estará plenamente feliz e satisfeita no amor, no trabalho, nas relações familiares e entre amigos.
Fonte: Vix
Opinião da Preta: Amor perdido, se cura com outro amor, amor por você.

Comentários