Juan Paiva, ator de 'Malhação', diz que se acostumou com racismo: 'Levo de boa'

Antes de 'Malhação - Viva a Diferença', Juan Paiva participou da novela 'Totalmente Demais' como o estudante Wesley, que ficou deficiente ao sofrer um acidente


A galera é bem cruel', lamenta intérprete de Anderson, aos 19 anos
Juan Paiva estreou essa semana em "Malhação - Viva a Diferença" como o motoboy Anderson, irmão de Ellen (Heslaine Vieira), uma das "Five", que será disputada por Jota (Hall Mendes) e Fio (Lucas Penteado). 



Na trama o jovem se envolve com a sansei Tina (Ana Hikari). Só que a mãe da moça não aceita o relacionamento, porque deseja que a filha se case com um descendente oriental como ela. Assim como Anderson, Juan também sofre preconceito racial. "Para mim já se tornou normal, mas na primeira vez que eu sofri mesmo fiquei malzão. A galera é bastante cruel. Hoje eu levo de boa. Um dia desses eu estava com o Koka (Lucas Penteado, que faz o Fio) conversando e uma pessoa ficou com medo de passar entre a gente. Foi estranho e ruim pra caramba, mas a gente já vem tomando há muito tempo e agora é normal. Aprendemos a lidar, não esquenta mais a cabeça, como já esquentou várias vezes", desabafa, em entrevista. Na próxima novela das nove, "O Outro Lado do Paraíso", o racismo também será tratado, através da personagem de Eliane Giardini.

FILME 'CORRENDO ATRÁS': 'DEFICIENTE ME PERSEGUINDO



Previsto para estrear em julho, o ator já rodou o filme "Correndo Atrás", uma comédia que tem roteiro de Hélio de la Peña, em que contracenou com Ailton Graça. No longa, assim como na novela "Totalmente Demais" , quando Juan deu vida ao estudante Wesley que ficou deficiente após um acidente, o personagem também tem uma deficiência. "É engraçado isso de deficiente, porque quando começamos fizeram piada dizendo que isso estava me perseguindo", brinca.

Fonte: Pure People

Fico muito triste, e pergunto....até quando teremos que conviver com o maldito racismo ? Nota zero aos preconceituosos de plantão.

Comentários