Toni Morrison, 1ª mulher negra a vencer Nobel de Literatura, morre aos 88 anos

A escritora americana estreou na literatura em 1970.

Pioneira na literatura americana, a escritora Toni Morrison, ganhadora do Prêmio Nobel de Literatura e do Prêmio Pulitzer, morreu na noite da última segunda-feira (5) aos 88 anos.

A informação foi confirmada por familiares da autora e a causa de morte ainda não foi divulgada.

“Apesar de sua morte representar uma tremenda perda, estamos gratos por ela ter tido uma vida longa e bem vivida”, diz o comunicado, segundo a agência de notícias France-Presse.

No Twitter, a editora responsável pelas publicações de suas obras publicou uma homenagem à Morrison.

“Nós morremos. Esse pode ser o significado da vida. Mas nós fazemos linguagem. Essa pode ser a medida de nossas vidas”, diz o texto.



Toni Morrison foi mundialmente conhecida por seu romance vencedor do Pulitzer de 1987, “Beloved” (“Amada”, em tradução literal).

Mais tarde, o texto foi adaptado para um filme, estrelado por Oprah Winfrey e Danny Glover em 1988.

Em 1993, a autora recebeu o Prêmio Nobel de Literatura, tornando-se a primeira mulher negra a receber tal honraria.

Em 2012, o presidente Barack Obama concedeu-lhe a Medalha Presidencial da Liberdade.

Nascida em 18 de fevereiro de 1931, em Ohio, nos Estados Unidos, Morrison estreou como romancista ainda na década de 1970.

No Brasil, os livros da autora são publicado desde os finais dos anos 1990 pela editora Companhia das Letras.
Fonte : HuffPost Brasil

Comentários