Funcionário denuncia patrão por racismo após ser chamado de ‘preto’

O rapaz foi chamado de preto após ser questionado se estava registrando o ponto no trabalho

Resultado de imagem para imagem racismo e crime

Funcionário de uma conveniência localizada na Vila Manoel Taveira procurou a delegacia para denunciar o patrão por racismo na noite deste sábado (24), em Campo Grande. O suspeito teria chamado o rapaz de 38 anos de preto.

Conforme o boletim de ocorrência, o rapaz disse que estava trabalhando quando o patrão, que tem 42 anos, chegou com cervejas nas mãos após discutir com a esposa. Após o ‘bate boca’ com a mulher, o proprietário do estabelecimento foi para o escritório e depois chamou o trabalhador para conversar.

Na conversa, o chefe teria perguntado ao funcionário porque ele não estava registrando o ponto do intervalo e depois retornou para o escritório. Neste momento, o empregado ouviu o patrão dizer para a esposa: “Por que esse preto não está batendo o ponto?”.

Após ouvir o dono do local dizer a frase e não se agradar com o tom, o rapaz disse: “Esse preto tem nome” e em seguida afirmou que não trabalharia mais naquele comércio. Ele prontamente procurou a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro para denunciar o patrão por injúria racial. A polícia vai apurar o caso.
Fonte : Por Mariane Chianezi , do Mídia Max

Comentários