Nova York é a 1ª cidade dos EUA a punir discriminação contra cabelo crespo

nappy/@sebastianlibuda

A cidade de Nova York se tornou a primeira dos Estados Unidos a publicar diretrizes que punem quem discriminar cabelos crespos. O documento publicado nesta segunda-feira (18) pela Comissão de Direitos Humanos da prefeitura estabelece que os nova-iorquinos têm o direito de "manter cabelos ou penteados naturais que estejam intimamente associados a suas identidades raciais, étnicas ou culturais".

Ou seja, a partir de agora, quem sofrer algum tipo de discriminação ou constrangimento poderá denunciar. No texto, noticiado pelo "The New York Times", a Comissão esclarece que as medidas de aplicam para todos que têm cabelos crespos, mas que a decisão visa combater especialmente "estereótipos racistas de que os penteados negros não são profissionais". Segundo o jornal, redes ou toucas de proteção ainda podem ser requisitados pelos empregadores por motivos de saúde ou segurança.


Comentários