WiFi Ralph: Disney muda visual de Tiana após ser acusada de “embranquecimento”

Personagem de A Princesa e o Sapo é uma das muitas a fazer participação especial na continuação de Detona Ralph.


A Disney resolveu mudar a aparência da Princesa Tiana em WiFi Ralph, após sofrer críticas de “embranquecimento” da personagem.



Tiana é a primeira princesa negra do estúdio, tendo feito sua estreia em A Princesa e o Sapo, de 2009. Para a sequência de Detona Ralph, os artistas tinham tornando a pele dela mais clara e sua face mais eurocêntrica no trailer e cartaz da animação. Curiosamente, Mulan, que também aparece no pôster de WiFi Ralph, não mudou. Nem Moana. Merida, de Valente, ainda ostenta seu rico cabelo ruivo, enquanto os novos cachos de Tiana parecem muito mais próximos da princesa escocesa do que de seu próprio cabelo afro.


De acordo com o Metro, a Disney consultou a dubladora original de Tiana, Anika Noni Rose e o grupo Color of Change, que organiza campanhas pela representação racial nos filmes de Hollywood, para debater qual é o melhor modo de revisar a animação de Tiana para WiFi Ralph. Assim, os estúdios concordaram em fazer o cabelo da princesa mais representativo da sua herança afro, e garantir que ela tivesse pele mais escura e nariz mais largo.

A organização Color of Change comemorou a mudança em um comunicado: “A decisão da Disney de restaurar a imagem da princesa Tiana para a de uma princesa negra com lábios carnudos, pele escura e cabelo escuro em Wifi Ralph é uma vitória para membros do Color of Change, crianças negras e seus pais, e o público negro, que querem ver a variedade de tons, formas e tamanhos de personagens negros representados com precisão nas artes.”



Quando A Princesa e o Sapo foi lançado em 2009, foi uma grande conquista em termos de representatividade para todas as garotas negras do passado, presente e futuro que desejavam ver um personagem da Disney que se parecia com elas. Sem contar que o longa foi um sucesso nas bilheterias. Por que, então, modificar a personagem? Felizmente, eles mudaram de ideia. Por mais que tenham buscado ajuda de fora, quando podiam ter procurado a opinião de seus funcionários negros — será que há tão poucos assim? Isso denota a importância de ter animadores, roteiristas e produtores negros em posições influentes da indústria cinematográfica.

WiFi Ralph tem estreia marcada para o dia 3 de janeiro de 2019.

Comentários