VALÉRIA VALENSSA DESCARTA VOLTAR A DESFILAR NA SAPUCAÍ: 'TEM QUE SABER A HORA DE PARAR'



Quando o nome de Valéria Valenssa foi anunciado como atração de uma camarote da Sapucaí, a imagem da primeira Globeleza logo veio à mente. Em tempos menos conservadores, ela surgia sambando nas vinhetas de carnaval, coberta apenas por purpurina.

Aos 46 anos, ela ficou feliz com toda a repercussão sobre o seu retorno ao templo do samba: “É bom saber que as pessoas sentem saudade”. Mas, ela garante, não voltaria a desfilar: “Vivi coisas incríveis na Avenida, desfilei em várias escolas, curti intensamente. Mas tem de ter sensibilidade para saber a hora de parar”.


Evangélica, Valéria garante não dar ouvidos a quem critica sua nova postura de vida. “Eu nunca esquentei minha cabeça com isso. Acho que quem se preocupa, queria estar no meu lugar”, diz.

Mas a religião foi, sim, um dos motivos que a fez se distanciar do mundo do samba. O outro foi curtir a família. Seus filhos com o designer Hans Donner estão em plena adolescência (João tem 15 e José, 14). “Minha responsabilidade é cuidar dos meus meninos. Essa fase passa muito rápido. Daqui a pouco eles vão estudar fora, namorar. Tenho que aproveitar”, diz a mãe-coruja.
A eterna Globeleza tem dois filhos adolescentes: João e José
A eterna Globeleza tem dois filhos adolescentes: João e José Foto: Arquivo
A violência dos dias atuais é uma grande preocupação para a eterna Globeleza. “Infelizmente o mundo está muito diferente do de 30 anos atrás, quando eu tinha a idade deles. Fico de olho nos horários, gosto de saber quem são amigos com quem andam. Sou uma mãe atenta”, completa ela, que viaja o Brasil dando palestras sobre superação.
Valéria não renega o título de Globeleza: 'Conquistei meus sonhos'
Valéria não renega o título de Globeleza: 'Conquistei meus sonhos' Foto: Studio Gaya/Divulgação
Desde que deixou o posto que a transformou em estrela, Valéria acompanha pela TV o trabalho de suas substitutas. E não renega o título: “Acho que deixei um legado. Torço para elas conquistarem os sonhos como eu conquistei. Através desse trabalho, conheci o Hans, constituí família, ajudei meus pais e irmãos, hoje estão todos bem. Esse foi meu propósito de vida”.

Comentários