Rafael Zulu se envolve com um gay homofóbico e racista vivido por Eriberto Leão, na trama global

Rafael Zulu e Eriberto Leão, que será casal gay enrustido em "O Outro Lado do Paraíso" (Fotos: Globo/Divulgação/Raquel Cunha)

Nova novela das nove da Globo, O Outro Lado do Paraíso tratará de temas delicados, entre eles, um homossexual negro interpretado por Rafael Zulu que se envolve com um gay homofóbico e racista vivido por Eriberto Leão.


No folhetim de Walcyr Carrasco, Zulu será Cido. Descrito na sinopse como “atraente e discreto”, ele é motorista de Sophia (Marieta Severo) há muitos anos. O personagem é casado com Irene (Luciana Fernandes), empregada na casa de Clara (Bianca Bin).

O motorista, no entanto, terá um caso com Samuel (Eriberto Leão), um homofóbico que vive em conflito por sua condição. Psiquiatra, ele é filho de Adinéia (Ana Lúcia Torre) e se envolverá com a enfermeira Suzy (Ellen Rocche) na tentativa de esconder sua homossexualidade.

“O Cido é casado com uma mulher e tem uma história bem bacana, mas o personagem do Eriberto Leão começa a gostar do Cido e eles tem um caso avassalador em dado momento da trama”, revelou Zulu em entrevista ao TV Focodurante o lançamento da novela, onde também falou sobre Samuel, vivido por Eriberto: “ele é homofóbico, racista e machista”.

Zulu ainda conta que seu personagem não é bem resolvido sexualmente, apesar de já ser casado com uma mulher: “De fato não tem nada escrito, mas ele não está muito bem resolvido. Ele [Cido] é um cara feliz no casamento com a mulher, mas tem um caso com o personagem do Eriberto”.

Sobre a preparação para a trama, que se passará no Tocantins, o ator diz que estudou prosódia, além dos workshops, mas que não teve muita exigência. “Estudei a prosódia, que é a questão do sotaque, mas a gente tá bem livre em relação a isso”

“Substituir uma novela de sucesso, apesar de ser uma responsabilidade grande, é muito legal também. O objetivo, e, acima de tudo, o dever da gente, é manter essa audiência lá em cima, e assim manteremos junto com o Walcyr [Carrasco] e o Maurinho [Mauro Mendonça Filho, diretor artístico].

O Outro Lado do Paraíso estreia nesta segunda-feira (23), mas o personagem de Zulu entrará somente no capítulo 32, previsto para ir ao ar em 28 de novembro.


Opinião da Preta : Sucesso ao ator Rafael Zulu.

Comentários

  1. Nao gostei desnecessário colocar isso na novela novamente, papéis de destaque para os negros tem muito de nós advogado médicos casados bem sucedido isso nunca é representado nas novelas dessa globo cansada de ver meu povo negro em papéis pequenos e quando nao polêmicos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comente , dê sua opinião!
Beijo das Pretas