Mesmo sendo um rei na África, ele trabalha como jardineiro no Canadá para reunir dinheiro para o seu povo

Em momentos em que a democracia está em perigo ao longo do hemisfério ocidental e em países abertamente opressores das liberdades individuais como Rússia e China ganham terreno em âmbito internacional, um homem, na verdade um rei, parece estar demonstrando o peso de ser um soberano por colocar seu povoado sobre todas as coisas.


Seu nome é Eric Manu, vive em Langley, Columbia britânica, Canadá, e mesmo que do outro lado do oceano seja o rei de uma aldeia em Ghana, ele trabalha como jardineiro para juntar dinheiro e mantimentos para seu povo. Parece ser o primeiro soberano da história que coloca o bem-estar do seu povo acima do seu.


É claro, não é uma história fácil de entender, Eric já vivia no Canadá quando seu tio, o rei, morreu, foi então que recebeu uma ligação da África e mudou sua vida para sempre. Ele decidiu que não podia dar as costas ao seu legado, se tornou rei, mas não ficou para reinar. Desde o princípio ele soube que se queria ajudar sua comunidade devia reunir recursos e que isso seria muito fácil no Canadá.


Claramente ele se tornou uma espécie de celebridade na sua vizinhança, depois de tudo, nem todas as cidades podem apreciar hospedar um verdadeiro rei na sua comunidade, e menos ainda, de hospedar um rei que está disposto a cavar buraco, carregar pisos e plantar jardins pelo seu povo.

Opinião da Preta : Bom seria, se os políticos brasileiros se comportassem de maneira similar.

Comentários