Ana Miranda é " Mulher que Brilha "

Ana Miranda Natural de Belém do Pará , atualmente, na TV vivendo   Dalva, na Super-série  Global "Os Dias Eram Assim".





Ana  iniciou sua carreira ,  no teatro amador em 1985, ainda na adolescência.

Ainda em Belém , conheceu a Atriz Zezé Motta,  a qual ela destaca  , como sendo muito importante em  questões  tais como,  mulher negra , atriz negra no mercado de trabalho, enfim a luta da mulher negra . " Hoje , costumo dizer, a luta da mulher negra é grande, todos os dias temos que provar que somos boas.



“Zezé me aconselhou, a descobrir minha identidade, o ser mulher, mulher negra ,  meu cabelo ( afro), Zezé foi muito importante”.

A mãe

"Minha mãe  era contra , aliás minha mãe sempre foi contra, minha  carreira como atriz".

Ana fala da mãe, com carinho  "Todos os dias eu tento recomeçar, Como eu sinto a falta dela ..."


Aos 18 anos Ana , veio pra são Paulo estudar  teatro, “a base do ator é o teatro”, afirma. Em 2001 participei de algumas montagens teatrais  em são Paulo.

Em 2003 mudou-se  para o Rio , queria embarcar na “coisa” do cinema.

A mudança  para a capital carioca ,foi complicada, foi  difícil,” tive que começar do zero”, afirmou a atriz. 

“Passei pelo grupo nós do morro, que foi muito importante na minha formação, aquela casa  foi muito importante pra mim”.

"Em 2005 entrei na globo, para fazer alguma pontas, em  2009/2010 assinei meu  primeiro contrato com a globo., em 2011 até 2012  veio o segundo contrato, que me deu personagens  na novela  Viver a Vida e Malhação ,  em 2016  fiz uma vilã, a avó Sandra , foi muito bom , pois eu acho eu independente da cor  o ator pode fazer qualquer personagem , esse personagem me alavancou
Dou aula de teatro, vou terminar licenciatura de teatro , sou um pouco de tudo no movimento da arte , dirijo , atuo, dou aula de teatro ,  a arte é  o que me move".

Ana Miranda vive um momento especial de muita produção e alegria .





E agora estou interpretando  a Dalva , foi um presente...numa época  muito difícil   da minha vida eu perdi minha mãe, ela morava comigo, foi muito difícil , eu tive   que tentar entender algumas coisas, e  no meio disso tudo, ganhei esse presente, amo esse núcleo, Cássia Kis ,ela é muito generosa , construímos uma sintonia muito grande,  fora e dentro da TV, tenho aprendido muito  , ela é uma mulher de televisão .





Quando eu recebi o personagem  da Dalva  em os Dias Eram Assim,   me falaram  que ela era mais que uma empregada , ela era amiga da família.

A Dalva é um mistério, não existe personagem pequeno , o personagem  é gostoso de se fazer ,  estou amando , eu me apaixono pelos personagens .



Hoje estou me dividindo em , dar aula na minha escola de teatro  , Escola  “Oficina de Atores em Três Atos”   ,  meu tcc da licenciatura, termino este ano ,  gravação  dos Dias Eram Assim e ainda  dirigindo a peça  Oráculo, com Deo Garcez e Lica de Oliveira , Luca Machado e Rodrigo de Castro, com estréia para o próximo ano .



Opinião da Preta: A atriz Ana Miranda , sem dúvida é Mulher que Brilha "

Comentários

  1. Parabéns ao Blog, assuntos e entrevistas muito pertinentes com pessoas valorosas...Parabéns Ana Miranda !!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comente , dê sua opinião!
Beijo das Pretas