Cerveja diminui efeitos nocivos da carne de churrasco, diz estudo

Duas paixões nacionais- a cerveja e a carne de churrasco-, se aliadas, podem se converter em um benefício para saúde. Mas isso não quer dizer que podemos comer e beber à vontade.


Um estudo da Universidade do Porto, em Portugal, liderado pela pesquisadora Isabel Ferreira e publicado no  Journal of Agricultural and Food Chemistry (Jornal da Química Agrícola e Alimentar) chegou à conclusão que usar cerveja para marinar a carne antes de leva-la à grelha minimiza a produção de hidrocarbonetos aromáticos policíclicos (PAHs), substância nociva e que já foi associada à incidência de casos de câncer colorretal.




Mas não é qualquer carne, nem qualquer cerveja

O estudo foi feito com carne de porco e foram usados três tipos de cerveja: pilsen, pinsen não alcoólica e preta.

As amostras de carne marinada continham os oito PAHs nomeados PAH8, classificados como indicadores para a potencialidade cancerígena dos alimentos.

A cerveja preta mostrou o maior efeito inibitório na formação de PAH8 (53%), seguido da pilsen sem álcool (25%) e pilsen normal (13%).
Fonte: Bem Estar
Opinião da Preta : Essa é tipo de noticia ,que podemos chamar ,de noticia boa .

Comentários